06 agosto 2018

 EncontrArte em Redondo

Há Festas Populares, há pontos de encontro e há Festas Populares que são pontos de encontro e o evento "EcontrArte" trata-se disso mesmo...

​Mensagem do Presidente

Há Festas Populares, há pontos de encontro e há Festas Populares que são pontos de encontro e o evento "EcontrArte" trata-se disso mesmo: uma confluência de artes, pessoas e de pessoas ligadas às artes que pretende envolver todos os nossos munícipes e visitantes em 4 dias de programação cultural diversificada.

Com propostas de renome no mundo da música tais como Celina da Piedade, Monda, The Gift e Raquel Tavares, sempre acompanhadas das associações culturais nossa terra, é nossa intenção oferecer ao público diferentes sugestões que vão ao encontro das várias gerações procurando ao mesmo tempo despertar novos interesses e superar expectativas. É então que surgem as exposições, as artes circenses, as arruadas, os ateliês, uma rua enfeitada e muitas outras opções que asseguram a vitalidade cultural do concelho.

Contudo, não retirando o devido mérito às propostas já enumeradas, como redondenses não podemos deixar de salientar a importância maior de que a inauguração da Oficina das Ruas Floridas se reveste neste programa.

Uma obra cofinanciada, com um valor de 300 mil euros, e com projetos quer de arquitetura quer expositivos, totalmente elaborados por técnicos da Câmara Municipal de Redondo, respetivamente pela Arquiteta Teresa Pais Leite e pela Dra. Luísa Calapez.

A Oficina das Ruas Floridas assume-se como o culminar de décadas de trabalho das nossas gentes que têm agora uma casa dedicada ao seu talento e à sua obra que desde sempre elevaram este concelho a um estatuto que só aos artistas pertence.

Assim, mais do que a obra da qual abrimos hoje a porta pela primeira vez, orgulha-nos verdadeiramente a marca que podemos deixar na história do concelho e na memória de todos os redondenses que sempre trabalharam em prol das Ruas Floridas e cuja dedicação e empenho foram a verdadeira matéria-prima das peças que hoje passam a compor o espólio permanente desta oficina, composto também por noites sem dormir, convívios fora de horas, lágrimas, sorrisos, sonhos e histórias de superação.

A exposição Povoarte – que teremos oportunidade de visitar de seguida - é destas vivências únicas um legítimo testemunho que sob a perspetiva de António Carrapato atribui rostos e nomes àqueles que sem nada exigir em troca fazem as ruas de Redondo florir para todos nós.

E ao salientar "nós", não poderia igualmente deixar de enaltecer o contributo determinante dado pelos funcionários da autarquia para a materialização deste Projeto que demonstra a capacidade que temos de construir equipas para realizar trabalho e de trabalhar arduamente para realizar sonhos, prosseguindo objetivos e completando aspirações. A todos um verdadeiro agradecimento traduzido no reconhecimento de um trabalho que hoje está a vista de todos.

Como tal, resta-nos desejar-vos uma estreia em grande no evento "EcontrArte" tendo a certeza de que desta terra e das suas gentes quem vem de fora só levará o melhor que se pode oferecer pois somos mestres na arte de trabalhar o papel mas também na arte de bem-receber.


Consulte as fotos aqui    (galeria em actualização)