29 setembro 2015

ADUF deslumbra Centro Cultural de Redondo

​No dia 26 de setembro pelas, 21h30, o Centro Cultural de Redondo foi palco de um grande espetáculo musical...

​No dia 26 de setembro pelas, 21h30, o Centro Cultural de Redondo foi palco de um grande espetáculo musical onde o protagonista foi um dos mais tradicionais instrumentos portugueses – o Adufe.


O que dizer de ADUF? Tudo o que se possa acrescentar é certamente pouco para classificar este projeto. Da autoria de José Salgueiro e com composição do conceituado José Peixoto ADUF é um convite a apreciar boa música resultante de uma fusão de sons e ritmos universais que cruzam o tradicional e o contemporâneo.


Partindo de uma ideia original concebida no âmbito da expo 98, ADUF assume-se hoje como uma produção de renome capaz de preencher de igual forma o palco e as expectativas do público que, na sua visita a Redondo, esgotou a lotação da sala.


Com um espaço cénico impressionante, completado com um jogo de luz irrepreensível, o espetáculo tem no seu epicentro quatro adufes gigantes - “Adufões” - que sustentam toda a atuação. Em palco estão nove elementos, cinco percussionistas, guitarra, teclados, sopros, que nos conduzem por uma viagem rítmica à qual a cantora basca Maria Berasarte dá voz.


Tendo passado por algumas das mais reconhecidas salas e festivais, este espetáculo surgiu inserido na Agenda Cultural de Redondo que recomenda já para o próximo trimestre diversas opções tais como a tradicional Feira de São Francisco e o Prémio Literário Hernâni Cidade.

Consulte as fotos aqui