29 novembro 2016

Arquivo Distrital de Évora comemora 100 Anos

Criado pela Republica, o Arquivo Distrital de Évora teve na sua vocação a necessidade de resposta à recolha, tratamento e preservação documental.

​Criado pela Republica, o Arquivo Distrital de Évora teve na sua vocação a necessidade de resposta à recolha, tratamento e preservação documental, bem como à sua divulgação e condições de consulta.

Aquando da sua criação, o Arquivo Distrital possuía já um acervo volumoso, inicialmente com alguns problemas de espaço e com um quadro limitado de pessoal, hoje, 100 anos depois, guardam mais de 200 fundos com documentos entre os séculos XIV e XXI, arrumados em cerca de 4 quilómetros de prateleiras.

O Arquivo Municipal de Redondo integra a RAA-DE “Rede Arquivos Alentejo -Distrito de Évora” e mantêm em proximidade com o Arquivo Distrital de Évora uma colaboração profícua em diversas matérias de interesse para a vocação e missão deste tipo de equipamentos.

A convite do Diretor do Arquivo Distrital de Évora, Dr. Jorge Janeiro, o Município de Redondo estará representado nas comemorações pelo seu Presidente, António José Recto, como elemento da Comissão de Honra do Colóquio Comemorativo que tem lugar nos dias 28, 29 e 30 de Novembro, no Anfiteatro da Universidade de Évora.

Em representação da Santa Casa da Misericórdia de Redondo o historiador redondense José Calado será o protagonista de uma sessão intitulada “O Arquivo Histórico da Santa Casa da Misericórdia de Redondo: um património documental privado de inegável interesse público.”