08 junho 2016

Arquivo Municipal de Redondo - A Mercearia

O Arquivo Municipal de Redondo tem patente até ao dia 30 de Junho a exposição “A Mercearia”

​O Arquivo Municipal de Redondo tem patente até ao dia 30 de Junho a exposição “A Mercearia”, uma recriação das antigas mercearias, das vendas a granel e dos cartuchos de papel pardo.

Esta exposição foi inaugurada dia 1 de Junho, com a presença de grande parte dos merceeiros (que tinham sido entrevistados e nos transmitiram os seus conhecimentos e as suas histórias): Sr. Augusto Chato “Augusto Chato”, D. Cândida Beira “Mini Mercado Beira”, D. Clarinda Jeremias “Mini Mercado S. Pedro”, Francisco Monte “Mini Mercado Monte”, D. Hermínia Duque “Mini Mercado Duque”, D. Inês Jeremias “Fim do Mundo”, D. Inês Pereira “João Felix Pereira, Sucessor”, D. Lúcia Matias “Casa dos Passarinhos”, Maria Farófias “O Sansão” e D. Teodolinda Alabaça “Deodato Alabaça”.

“A Mercearia” compõe-se de referências escritas com datas entre 1916 e 1940 (documentos que pertencem ao espólio da Câmara Municipal de Redondo), objetos cedidos pelas mercearias e um vídeo, testemunho oral daqueles que dedicaram a sua vida às mercearias.

Esta exposição documental e iconográfica insere-se na comemoração do Dia Internacional dos Arquivos, dia 9 de Junho.