22 novembro 2016

Foyer do Centro Cultural de Redondo recebe exposição IncluArte

​Após a sua inauguração no Museu de Évora e uma passagem pelo Palácio de D. Manuel, na sexta-feira, 18 de novembro, o foyer do Centro Cultural de Redondo foi palco da inauguração da exposição “IncluArte”.

​Após a sua inauguração no Museu de Évora e uma passagem pelo Palácio de D. Manuel, na sexta-feira, 18 de novembro, o foyer do Centro Cultural de Redondo foi palco da inauguração da exposição “IncluArte” que nasceu para assinalar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência 2015 e que mostra um trabalho emparelhado entre artistas plásticos e pessoas com deficiência.

Resultante de uma parceria estabelecida entre a Câmara Municipal de Évora, o Instituto de Segurança Social e as organizações APCE, APPACDM, ARASS, ASCTE, ASE e CERCIDIANA, a inauguração contou com representantes da diversas entidades estando igualmente presentes dois dos seis artistas plásticos que se uniram para fazer nascer esta exibição: Joaquim Tavares e Maria Leitão. 

Composta por 48 trabalhos originais, esta instalação convida a conhecer obras que vão desde a pintura à modelação e à escultura sonora, sem esquecer as telas suspensas, resultantes da criatividade e da forte empatia que desde cedo se fez sentir entre os artistas mentores e os alunos Teresa Romão, Filomena Borges, Luís Rebocho, Valentina Pardal, David Marques, Alexandra Pinto, David Vareta, Sara Roque, Daniela Direitinho, Sara Caeiro, Ana Paula Canhoto, Marta Ruivo e Sara Monteiro.

Na sua intervenção na inauguração, o Presidente da Câmara Municipal de Redondo salientou a constante disponibilidade do município para receber projetos desta natureza deixando claro que a diferença não deve ser fator de inferiorização mas sim de inclusão.


Consulte as fotos aqui