30 outubro 2017

Governo volta a prolongar período crítico dos incêndios

O Governo volta a prolongar período crítico dos incêndios até ao próximo dia 15 de novembro.

​"O Governo volta a prolongar período crítico dos incêndios até ao próximo dia 15 de Novembro, no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta Contra Incêndios. Trata-se de um novo prolongamento. O período crítico foi inicialmente estendido de 30 de setembro até 15 de outubro, em seguida foi alterado até ao dia 31 de Outubro, através de despacho do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, atendendo às “condições meteorológicas excecionais".

De acordo com o novo despacho, este terceiro prolongamento é justificado pelo facto de a precipitação prevista poder “não ter expressão na alteração do índice de
severidade meteorológico acumulado”, mantendo-se, assim, um “elevado estado de secura dos combustíveis”. A quantidade de água disponível no solo, presumivelmente insuficiente para aumentar o teor de humidade para níveis ideais que contrariem as ignições e o número de incêndios rurais por dia, que se encontra acima da média dos últimos anos para este período, justificam, na perspetiva do Governo, uma continuidade de medidas e de ações especiais de prevenção de incêndios florestais.


Durante o período crítico de incêndios, nos espaços florestais ou agrícolas, é proibido:

• fumar, fazer lume ou fogueiras;

• fazer queimas ou queimadas;

• lançar foguetes e balões de mecha acesa;

• fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas;

• fazer circular tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de faúlhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés."