25 novembro 2015

Memórias da Olaria de Redondo

No dia 18 de novembro aconteceu a Inauguração da Exposição e a 21 de novembro de 2015, o Centro Cultural de Redondo, acolheu o lançamento do livro Memórias da Olaria de Redondo.

​Com a sua génese no dia 18 de novembro no Foyer do Centro Cultural de Redondo data em que foi inaugurada a exposição sobre a Olaria Redondense, assente numa retrospetiva fotográfica dos trabalhos de Cláudia Thoelen e Rui Coutinho na década de oitenta, assistiu-se no passado sábado, 21 de novembro, no Auditório do Centro Cultural ao lançamento do livro “Memórias da Olaria de Redondo”.

A Olaria Alentejana e particularmente a Redondense mereceram destaque nesta obra com particular enfase num dos grandes Mestres Oleiros de Redondo, o Mestre Álvaro Chalana que celebraria a 16 de novembro o seu 99º aniversário de nascimento.

Cláudia Thoelen e Rui Coutinho, dois dos muitos amigos com quem o Mestre Álvaro se cruzou na sua vida de incansável defensor da Olaria Alentejana, apresentaram o livro em que fica também registada a sua autobiografia e outros documentos sobre a Olaria de Redondo e do Alentejo.

Esta iniciativa contou com a participação das Cantadeiras de Redondo, do Grupo Coral “Os Vindimadores da Vidigueira" e com declamações do Manuel Geadas (Coimbra), foi possível ainda visionar um vídeo/documentário com diversas memórias culturais da década de oitenta entre as quais os Cantadores de Redondo, os poetas Populares Redondenses (Joaquim e Valdomero Ribeiro) e do Jerónimo Lagartixo.

A organização desta iniciativa coube ao Centro de Documentação do Pão com o apoio da Câmara Municipal de Redondo.

Consulte aqui as fotos.