Skip to main content

Presépios da Europa – Coleção Canha da Silva

Atualizado em 04/02/2020

Presépios da Europa O Presépio, na essência, testemunha o nascimento de Jesus em toda a sua simplicidade e dirige a todos uma mensagem de amor, alegria, humildade e esperança. O costume de recriar esta cena terá sido iniciado por São Francisco de Assis em Dezembro de 1223, numa gruta da aldeia italiana de Greccio, então divulgada por todo o mundo pelas Ordens Religiosas. O carácter universal da história que conta, apoia-se numa tradição iconográfica forte, centrada na Sagrada Família, onde são também habituais a presença do burro e da vaca, da estrela que guiou os pastores a Belém e de anjos. Partindo deste conjunto de personagens, a que se podem juntar um sem número de outras, as peças desta exposição mostram-nos como vários países da Europa representam a Natividade. Espelham as suas identidades regionais, experiências culturais e afetivas, onde a espiritualidade se mistura com a fantasia, as cenas religiosas com as profanas. Às particularidades do presépio provençal francês, do italiano, do famoso presépio napolitano ou dos presépios alemães de hélices, associam-se outros que tiram partido de sensibilidades mais contemporâneas, explorados nos mais diversos materiais que vão da prata ao massapão. A coleção​ Canha da Silva é formada por 472 presépios de proveniência europeia, dos quais aqui se expõem 145 correspondentes a 24 países. Todos eles, do mais antigo ao mais moderno, do mais humilde ao mais prestigioso, do mais tradicional ao mais inesperado, contam a mais bela história do mundo.

Redimensionar o tamanho da letra
Contraste